Vale do Piancó Policial

Caso de suposta agressão cometida por médico tem reviravolta: Inquérito policial inocenta Algacy Fernando Vieira de Lorena e Sá

Inqu√©rito Policial Conclui que M√©dico estava no Hospital durante Suposta Agressão, Levantando Suspeitas sobre a Suposta V√≠tima

Por PCV Comunicação e Marketing Digital

30/03/2024 às 09:26:58 - Atualizado h√°

Após intensa cobertura midi√°tica e debates acalorados sobre o caso envolvendo o m√©dico Algacy Fernando Vieira de Lorena e S√°, uma reviravolta ocorreu com a conclusão do inqu√©rito policial. O delegado Lucas Rothardand Lima, respons√°vel pela investigação, apresentou na noite de sexta-feira, 29 de março, o relatório final que não apenas inocentou o m√©dico, mas tamb√©m levou ao pedido de revogação de sua prisão preventiva. 

O caso ganhou destaque quando uma mulher acusou o m√©dico de agressão f√≠sica, levando à sua prisão sob tal acusação. No entanto, após uma minuciosa investigação, o delegado concluiu que não houve embasamento para sustentar as alegações contra Algacy Fernando. 

Um dos pontos cruciais da investigação foi o uso das câmeras de segurança do Hospital Wenceslau Lopes, localizado na cidade de Piancó, onde o m√©dico estava trabalhando no hor√°rio em que a agressão teria ocorrido. As imagens mostraram que Algacy Fernando estava dentro do hospital durante todo o per√≠odo em questão, atendendo pacientes, solicitando exames e permanecendo nas depend√™ncias do estabelecimento. 

Contrariando as alegações da suposta v√≠tima, que afirmava que o crime teria acontecido em uma estrada próxima à cidade, os registros das câmeras de segurança mostraram que o m√©dico estava no hospital desde as 14h35min e saiu apenas às 17h15min, hor√°rio que confronta diretamente com o momento da suposta agressão. 

Al√©m disso, o delegado utilizou informações de um aplicativo de rastreamento para confirmar que o ve√≠culo da suposta v√≠tima não se deslocou no hor√°rio em questão, corroborando com a hipótese de que as alegações contra o m√©dico eram infundadas. 

Diante desses fatos, o delegado concluiu que não apenas não havia evid√™ncias suficientes para incriminar Algacy Fernando, como tamb√©m h√° ind√≠cios de que a suposta v√≠tima pode ter cometido o crime de denunciação caluniosa. Rothardand Lima ressaltou que mais tempo ser√° necess√°rio para investigar essa nova vertente do caso. 

A reviravolta no caso levanta questões sobre a importância de uma investigação criteriosa e imparcial, ressaltando a necessidade de se evitar pr√©-julgamentos baseados apenas em acusações. A inoc√™ncia de Algacy Fernando ressalta a fragilidade das acusações e a importância de se buscar a verdade em meio a casos tão delicados.

Fonte: Frank Edson | Conceição Verdade
Comunicar erro
Portal Conceição Verdade

© 2024 Todos os direitos reservados ao Grupo PCV Comunicação e Marketing Digital
REDAÇÃO: 83-9.9932-4468

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal Conceição Verdade