Anuncie Aqui - Local 01

Secretário explica suspensão temporária na coleta de lixo em Campina Grande

Por PCV Comunicação e Marketing Digital em 14/04/2021 às 13:34:22

O secretário de serviços Urbanos e Meio Ambiente de Campina Grande, engenheiro Geraldo Nobre Cavalcante, explicou os motivos da suspensão da coleta de lixo, por algumas horas, nesta segunda-feira, 12 de abril. De acordo com ele, um atraso na liberação do vale-compras, devido a burocracia no banco Bradesco, levou o sindicato da categoria a incentivar, precipitadamente, a paralisação dos serviços. O problema já foi solucionado e a coleta normalizada.

Segundo Geraldo Nobre, os trabalhadores estão com seus salários rigorosamente em dia e que ocorreu apenas um problema, por parte do banco, na liberação dos valores referentes ao vale-compras.

Tratando a situação como “ equívoco”, o secretário explicou que a LimpMax, empresa responsável pela coleta do lixo em Campina Grande, depositou o dinheiro equivalente ao vale-compras dos agentes de limpeza, na quarta-feira da semana passada, dia 07. “Possivelmente por falha no sistema, ou outro motivo, o banco não fez o repasse para a empresa que administra estes cartões, não só de Campina Grande, mas também de João Pessoa e outras cidades”, expicou o secretário.

Diante do atraso e sem dialogar com a empresa, o Sindicato que representa os agentes, deu um prazo até a sexta-feira, para que depósito fosse feito. No entanto, o depósito havia sido feito dois dias antes e, sem saber do problema, a empresa também foi surpreendida, na última segunda-feira, com a paralisação dos trabalhadores e só então ficou sabendo que os valores não haviam sido liberados.

“No meu entendimento, o Sindicato deveria ter procurado a empresa e não orientar aos agentes que fizessem uma paralisação, o que acarretou prejuízo para uma parte da população que tem seu lixo coletado na segunda-feira, principalmente no período diurno, pois, como o problema foi esclarecido, a coleta noturna foi iniciada e concluída na madrugada desta terça-feira”, explicou Geraldo Nobre.

Para resolver a situação, a direção da empresa precisou fazer a transferência individual dos valores, para cada funcionário, ainda na noite da segunda-feira. Impasse solucionado, por volta das 22h, o pessoal voltou ao trabalho e, com o reforço dos equipamentos da Prefeitura e de alguns servidores do quadro da Sesuma, na noite desta terça-feira 13, a coleta foi 100% normalizada.

“Graças ao esforço conjunto, da empresa e da Sesuma, conseguimos contornar a situação”, concluiu Geraldo Nobre, ressaltando o apoio que a Sesuma tem recebido do prefeito Bruno Cunha Lima, no sentido de garantir que a limpeza urbana de Campina Grande continue sendo de excelência; assim como destacou a eficiência da direção da LimpMax.

Fonte: Paraíba RádioBlog

Tags:   Paraíba
Comunicar erro
Paraiba de Premios

Comentários

Anuncie Aqui - Local 03