Uma pequena troca de farpas marcou, nos últimos dias, a relação de Luciano Cartaxo com o governador João Azevedo, depois que o prefeito anunciou a nomeação de Lucélio como chefe de Gabinete da prefeitura. João chegou a insinuar que Luciano não poderia fazer uma oposição qualificada, como anunciou que faria, tendo nomeado um irmão como secretário.

Luciano lembrou que João parece não lembrar que seu tutor, o ex Ricardo Coutinho, já havia, anteriormente, nomeado, não apenas o irmão, Coriolano, na Emlur, como sua própria companheira Amanda Rodrigues para dois cargos no governo do Estado. Cargos que, aliás, João fez questão de manter: Finanças e secretaria do Empreender PB.

De quebra, ainda mandou um recado: “Quando faço uma mudança na equipe sou eu mesmo quem faço. Ninguém diz o que devo fazer ou manda nome para eu assinar. Não terceirizo a gestão. Eu procuro ouvir todo mundo para alcançarmos os melhores resultados.” E arrematou, lembrando que a decisão de nomear Lucélio tem respaldo em matéria pacificada pelo Supremo Tribunal Federal.

Da redação – Helder Moura
redacao@conceicaoverdade.com.br

Deixe seu comentário

ATENÇÃO: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Portal Conceição Verdade, não refletem a opinião deste Portal de Notícias.

Acompanhe mais notícias do Conceição Verdade nas redes sociais:
Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Entre em contato com a redação do Portal Conceição Verdade:
Telefone: (83) 99932-4468
WhatsApp: (83) 98180-8883
E-mail: redacao@conceicaoverdade.com.br