Ministério Público investiga possível propaganda eleitoral antecipada, em Pombal, PB

Prefeito da cidade fez carreata provocando aglomeração e mandou distribuir kits de higiene ao som do jingle da campanha eleitoral dele de 2016.

Ministério Público investiga possível propaganda eleitoral antecipada, em Pombal, PB

O Ministério Público Eleitoral (MPE) na Paraíba instaurou uma Notícia de Fato Eleitoral para investigar os fatos de propaganda eleitoral antecipada e de conduta vedada de distribui√ß√£o de bens por parte do prefeito de Pombal, na Paraíba, Doutor Verissinho (MDB). No dia 1¬ļ de julho, uma carreata ao som de forró provocou aglomera√ß√Ķes na cidade. Ele é virtual candidato à reelei√ß√£o.

Além disso, o prefeito da cidade mandou distribuir kits de higiene ao som do jingle da campanha eleitoral dele de 2016.

Além da investiga√ß√£o, o Ministério Público Eleitoral informou ao pré-candidato e à prefeitura a apresenta√ß√£o de resposta para que esclare√ßam os fatos.

"Olha eu, olha eu aqui de novo, junto e misturado com o povo. Olha eu, olha eu aqui de novo. Pronto para trabalhar pelo povo", era o refr√£o do jingle tocado no carro de som que puxava a a√ß√£o coordenada pelo município. É a mesma utilizada na campanha eleitoral de 2016. Também foram distruídas m√°scaras com emblema da prefeitura para os moradores. A mobiliza√ß√£o acontece no momento em que a cidade registra 163 casos do novo coronavírus.

Pelo novo calend√°rio eleitoral, a campanha de rua ter√° início após os registros de candidatura em 26 de setembro. Qualquer manifesta√ß√£o anterior a isso, principalmente com uso de dinheiro público, pode ser considerado crime eleitoral.