Anuncie Aqui - Local 01

Prefeitura de Campina Grande reclama de déficit em vacinas e Governo fala em guia duplicada

Por PCV Comunicação e Marketing Digital em 13/04/2021 às 21:03:39
Polêmica persiste. Prefeito Bruno Cunha Lima diz que município não recebeu quase 5 mil vacinas de que tinha direito. Secretário de Saúde garante que todas as doses foram entregues. Paraíba recebe mais 180,7 mil doses de vacina contra a Covid-19

Geraldo Azevedo/ SES

Segue a polêmica com relação às vacinas contra a Covid-19 destinadas a Campina Grande. Após uma reunião do prefeito Bruno Cunha Lima (PSD) com representantes do Ministério Público da Paraíba e do Ministério Público Federal, realizado nesta terça-feira (13), o gestor voltou a acusar o Governo da Paraíba de ter deixado de enviar 4.709 doses da vacina para o município.

A secretaria de Estado da Saúde (SES), contudo, rebate a informação e diz que tudo não passou de um erro de registro das doses, mas que todas as destinadas a Campina Grande foram de fato entregues.

De acordo com os dados apresentados por Bruno Cunha Lima, a Prefeitura Municipal de Campina Grande recebeu apenas 82.048 doses, mas consta no Ministério da Saúde o registro de 86.757 doses enviadas.

“Há uma discrepância nos números e indagamos o Estado. Se o Estado defende que enviou todas as doses que recebeu, então essas 4.709 vacinas que deveriam ir para Campina Grande tomaram outro destino, e nós queremos saber”, criticou Bruno.

Sobre a questão, o secretário estadual de Saúde, Geraldo Medeiros, deixou claro que todas as doses destinadas pelo Ministério da Saúde ao município de Campina Grande foram enviadas e garantiu que não houve desvios de nenhuma ordem.

De acordo com ele, tudo não passou de um erro da Gerência Estadual de Saúde em Campina Grande que emitiu uma guia duplicada.

“É como se você tivesse um lote com 10 unidades. Ao invés de emitir uma única guia com essas dez unidades, você emite duas guias com a mesma quantidade. Então aparece um número de unidades maior do que existe de fato”, exemplifica, admitindo o erro, mas que seria apenas de registro.

Desta forma, ele pondera que tudo não passa de excluir uma das guias duplicadas.

“Campina Grande não deixou de receber as doses enviadas pelo Ministério da Saúde. Apenas a Gerência emitiu uma mesma guia duas vezes”, destaca. “Isso provoca uma diferenciação do quantitativo, que não é o quantitativo real”, finaliza.

Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

Fonte: G1/PB

Comunicar erro
Paraiba de Premios

Comentários

Anuncie Aqui - Local 03