Policial

Festejos juninos: Segurança tem drones com reconhecimento facial e reforço do policiamento

A Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social da Paraíba (Sesds) conta com uma estratégia inovadora para garantir a tranquilidade e a ordem nos festejos juninos.

Por PCV Comunicação e Marketing Digital

17/05/2024 às 09:19:00 - Atualizado há
Foto: Mundo em Revista

A Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social da Paraíba (Sesds) conta com uma estratégia inovadora para garantir a tranquilidade e a ordem nos festejos juninos. Serão utilizados 14 drones com tecnologia de reconhecimento facial que permite cruzar as imagens captadas com bancos de dados das forças operativas (Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar) e da Polícia Penal. As informações vão ser transmitidas, ao vivo, aos três Centros Integrados de Comando e Controle (CICC). A iniciativa faz parte da Operação São João 2024, que abrange 876 eventos juninos estimados em 209 municípios paraibanos.

Além das câmeras desses drones, a operação vai contar com mais de 1300 câmeras da Sesds já instaladas nos locais de festa, rodovias e nas principais vias públicas em todo o estado. Outra novidade é a utilização da câmera Avigilon H5 Pró, que captura os melhores detalhes de imagens em grandes áreas, com alta definição de 10k, até mesmo em situações de pouca luz. Desse modo, será possível garantir o acompanhamento com imagens de alta qualidade durante os mais de 30 dias de festa, no Parque do Povo em Campina Grande.

Este será o primeiro ano em que os três Centros Integrados estarão em operação conjuntamente, desempenhando papel crucial no monitoramento e coordenação das atividades de segurança. Esses centros, localizados em João Pessoa, Campina Grande e Patos recebem as imagens em tempo real dos drones, câmeras fixas, câmeras PTZ de 360º e câmeras de reconhecimento facial da Sesds e de empresas privadas organizadoras dos eventos, permitindo um acompanhamento detalhado de todos os pontos estratégicos das festas juninas.

Além disso, os CICCs vão auxiliar todas as equipes que estão em campo, possibilitando uma resposta rápida em caso de flagrante ou situações que exijam intervenção imediata, garantindo assim uma atuação eficiente e coordenada das forças de segurança durante os eventos.

A operação em todo o estado também envolve um contingente significativo de servidores e viaturas das Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros Militar, totalizando 33.677 empregos de servidores, em uma média de 1.020 agentes por dia, entre os dias 29 de maio e 30 de junho. O investimento estimado para a operação é de R$ 20,9 milhões, sendo R$ 20,3 milhões destinados aos custos operacionais e diárias, e R$ 600 mil para logística de transporte e alimentação.

A Polícia Civil também vai desempenhar um papel fundamental, com o atendimento ao público nas delegacias, delegacias especializadas, incluindo o trabalho de enfrentamento da violência contra as mulheres. Também haverá reforço nos locais de festa, através de delegacias móveis em seis cidades.

Os bombeiros militares terã

Comunicar erro
Portal Conceição Verdade

© 2024 Todos os direitos reservados ao Grupo PCV Comunicação e Marketing Digital
REDAÇÃO: 83-9.9932-4468

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal Conceição Verdade