Politica Principal

ADVOGADO ADMITE Ex-diretoras do Padre Zé que tiveram prisão decretada podem fazer delação premiada, admite advogado

Uma bomba pode estar chiando no caso do Hospital Padre Zé.

Por PCV Comunicação e Marketing Digital

20/11/2023 às 19:14:27 - Atualizado há

Uma bomba pode estar chiando no caso do Hospital Padre Zé. As ex-diretoras Amanda Duarte e Jannyne Dantas, que tiveram a prisão decretada, junto com o Padre Egídio, pelo desembargador Ricardo Vital, estariam cogitando fazer um acordo de colaboração premiada, para fornecer mais detalhes e outros envolvidos no escândalo.

Foi o que admitiu Diego Wallace, advogado das duas, durante entrevista, nesta segunda (20/11): “É uma hipótese que estamos estudando, a delação premiada. Já conversei com a Amanda e vou conversar essa semana com Jannyne.” As declarações do advogado foram dadas ao Sistema Arapuan.

Outra informação que pode ser um indicativo da delação: Diego disse que Amanda e Jannyne agiram, em muitos momentos, sob pressão do Padre Egídio: “Amanda diz que fazia o que ele mandava. Ela assumiu o cargo com apenas 18 anos de idade, quando foi colocada na tesouraria. Tanto Jannyne como Amanda eram da paróquia, então além de patrão, era um líder religioso para elas.”

Outra revelação diz respeito ao carro comprado em nome de Jannyne, mas alugado para a instituição de caridade, o advogado afirmou: “Jannyne solicitava aumento salarial há muito tempo e ele dizia que não podia dar aumento. Depois apareceu convênio para veículo. O aumento era com essa condição.” Ou seja, o salário dela era complementado com o pagamento do aluguel do carro.

Com clickpb.com.br

Fonte: Hélder Moura
Comunicar erro
Portal Conceição Verdade

© 2024 Todos os direitos reservados ao Grupo PCV Comunicação e Marketing Digital
REDAÇÃO: 83-9.9932-4468

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal Conceição Verdade