Anuncie Aqui - Local 01

Homem é condenado a 19 anos de prisão por matar agricultor a tiros em Santa Inês

Crime foi praticado após discussão por um saco de milho.

Por PCV Comunicação e Marketing Digital em 04/05/2022 às 16:54:24

O Tribunal do Júri da Comarca de Conceição condenou, nesta quarta-feira (4), o réu Expedito Luiz de Barros a 19 anos e 3 meses de prisão por matar o agricultor José Lourenço da Silva. O crime ocorreu na noite do dia 14 de setembro de 2009, no sítio Alto das Areias, zona rural da cidade de Santa Inês (PB).

Segundo os autos, o acusado tinha um contrato de parceria agrícola com a vítima, no qual ele cedia sua terra para o cultivo, enquanto José Lourenço repassava parte da colheita para ele. Acontece que no dia do ocorrido, os dois tiveram uma desavença por causa da soma de sacos de milho, e o réu efetuou disparos de arma de fogo, matando o homem na hora.

Depois do homicídio, o acusado fugiu e não foi mais encontrado, ficando por quase 13 anos foragido.

Durante o julgamento, que durou mais de 4 horas com debates entre a acusação do Ministério Público e a defesa, o Conselho de Sentença decidiu por condenar o réu por homicídio qualificado, consumado por motivo fútil e impossibilidade de defesa.

A pena deverá ser cumprida em regime fechado.

Fonte: Diamante Online

Comunicar erro
Anuncie Aqui

Comentários

Anuncie Aqui - Local 03