Conceição

Polícia autua jovens acusados de matar policial encontrado morto na zona rural de Diamante

Os presos foram autuados por latrocínio e ocultação de cadáver e foram levados para a cadeia pública de Conceição. O terceiro suspeito continua sendo procurado pela polícia.

Por PCV Comunicação e Marketing Digital

06/01/2022 às 14:21:31 - Atualizado há

Polícia Civil da Paraíba prendeu, nesta quarta-feira (5), Matheus Eugênio dos Santos, 20 anos e Mikael Santana, de 21 anos. A dupla confessou ter matado o PM aposentado do Estado de São Paulo, Paulino Picon Moreno, de 78 anos de idade. O crime aconteceu na segunda-feira(3). O corpo da vítima foi encontrado no sítio Pombinho, zona rural do município de Diamante, no Vale do Piancó, Sertão da Paraíba.

Além disso, o carro do policial morto, uma caminhoneta S-10, foi recuperada pela policia civil. Mikael confessou a polícia que mantinha um relacionamento amoroso com vítima.

Os presos foram autuados por latrocínio e ocultação de cadáver e foram levados para a cadeia pública de Conceição. O terceiro suspeito continua sendo procurado pela polícia.

Sobre o caso

De acordo com o policial Barromeu, os dois suspeitos presos confessaram que no dia do crime foram beber na residência da vítima, onde Mikael teria mantido relação sexual com o policial aposentado, posteriormente continuaram beber. Depois de um desentendimento, Matheus, Mikael e um terceiro suspeito teriam iniciado uma sessão de espancamento contra a vítima. Em seguida, o policial foi amarrado, amordaçado com uma camisa, colocado na mala do seu veículo, uma S 10 e levado para o sítio Pombinho, em Diamante. Depois do veículo estacionado, Mikael e Matheus levaram a vítima para dentro do mato, onde a mataram com goles de faca-peixeira no pescoço e axila. A arma do crime e o celular da vítima foram jogados dentro de um açude pelos suspeitos, segundo o policial civil.

Ainda de acordo com o policial civil, depois de cometerem o crime, os três amigos teriam tentado efetuar transações financeiras com cartões e transferência pix, no valor de 15 mil reais com o aparelho de celular da vítima, mas por suspeitar da transação, a instituição financeira bloqueou o acesso à conta da vítima.

Ainda de acordo com o agente da civil, depois do crime, os três teriam retornado para a cidade de Conceição. No dia seguinte, o terceiro suspeito teria levado o veículo da vítima para a cidade de Itaporanga, onde possivelmente seria desmanchado. Diante da repercussão do caso, a S10 foi abandonada nas proximidades da cidade e recuperada pela Polícia Civil.

Aos policiais, Mikael confessou que conheceu a vítima durante uma viagem ao estado de São Paulo, onde teriam iniciado um relacionamento amoroso. Posteriormente, os dois vieram morar numa residência localizada no Bairro Nossa Senhora de Fátima, na cidade de Conceição, mas recentemente o policial pretendia voltar para o estado de São Paulo, fato que teria motivado o crime, uma vez que Mikael "era bancado" por ele.


Fonte: Assessoria / PCPB
Comunicar erro
Portal Conceição Verdade

© 2022 Todos os direitos reservados ao Grupo PCV Comunicação e Marketing Digital
Editor Chefe: Frank Edson - Contato: 83-9.8139-6739

•   Política de Cookies •   Política de Privacidade    •   Contato   •

Portal Conceição Verdade