Anuncie Aqui - Local 01

Câmara aprova projeto que define educação como serviço essencial

Por PCV Comunicação e Marketing Digital em 21/04/2021 às 10:54:41

Numa sessão que durou sete horas, a Câmara aprovou o projeto que define que educação é serviço essencial.

Na prática, isso significa a reabertura das escolas. Ou seja, as aulas presenciais não podem ser suspensas durante pandemias ou calamidades públicas. A não ser, se houver uma justificativa, critérios técnicos e científicos das condições sanitárias do estado ou município. E isso relativo à educação infantil e os ensinos fundamental e médio.

O projeto fala também de uma estratégia para a volta às aulas. Alguns critérios: prioridade na vacinação de professores e de funcionários de escolas públicas e privadas, prevenção ao contágio, as medidas de segurança, máscara, álcool 70, os cuidados na hora do recreio, do lanche, do transporte escolar. E esse retorno não é assim imediatamente não, vai precisar de muita conversa com os estados, os municípios o pessoal da educação e da saúde.

Durante a votação, os parlamentares mostraram preocupação para que esse retorno seja seguro, sem colocar em risco alunos, profissionais e familiares.

Alguns disseram que esse não era o momento, por conta do alto número de mortes, mas o projeto acabou mesmo sendo aprovado. Lembrando que ainda não está valendo. Ainda precisa da análise do Senado.

Pesquisa e Inovação Texto será analisado ainda pelo Senado Brasília 21/04/2021 - 10:50 Rádio Nacional/ Adrielen Alves Priscilla Mazenotti - Repórter da Rádio Nacional política volta às aulas Pandemia covid-19 Câmara dos Deputados Priscilla Mazenotti quarta-feira, 21 Abril, 2021 - 10:50 1:39

Fonte: Agência Brasil

Comunicar erro
Anuncie Aqui

Comentários

Anuncie Aqui - Local 03