Anuncie Aqui - Local 01

PB, mais 19 Estados e o DF contrariam Bolsonaro e se unem para tentar minimizar avanço da Covid

Por PCV Comunicação e Marketing Digital em 08/03/2021 às 11:52:01

O Governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), em parceria com outros 19 governadores de Estados brasileiros e o do Distrito Federal, anunciará até o dia 14 de março, uma série de medidas restritivas para reduzir o avanço da Covid-19 no país.

De acordo com a matéria publicada originalmente pela Folha, a medida se dará porque o Ministério da Saúde (MS) teria se recusado a desenvolver uma ação nacional contra o aumento do número de infectados pelo vírus porque o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não estaria permitindo que a providência fosse tomada pelo órgão.

A resposta de Bolsonaro se dá mesmo com o registro mais de 70% de leitos ocupados, pacientes passando mais tempo internado do que antes, transmissibilidade maior, medicamentos sendo demandados ao mesmo tempo e mão de obra exausta.

Os governadores também já se dizem preocupados com a possibilidade de desabastecimento de remédios nos hospitais, uma vez que os laboratórios já registram demanda acima de suas respectivas capacidades de produção por causa da ocupação generalizada de leitos pelos país.

A partir da negativa do MS ao pedido feito pelos governadores, os gestores estaduais decidiram organizar e montar entre si um pacto com iniciativas básicas, que sirvam para todos, e que, a partir disso, cada um tome outras decisões de acordo com a realidade e necessidade locais.

Segundo o governador Wellington Dias (PT-PI), porta-voz do grupo, alguns pontos que podem entrar nesse acordo nacional são o de proibição de venda de bebidas alcoólicas a partir de um determinado horário e o de impedimento de eventos com aglomeração.

Além da Paraíba, os estados que já estão juntos são: Pernambuco, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe. O Distrito Federal também confirmou adesão ao movimento.

Vale a pena lembrar que o Brasil atravessa o pior momento da pandemia provocada pelo Coronavírus e tem batido recordes diários de mortes.

Ainda nesta segunda (8), os 21 governadores devem se reunir com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e com representantes da Fiocruz para discutir as estratégias que serão adotadas pelos Estados nessa nova ofensiva contra o avanço da Covid-19 no país.

 

Fonte: Paraíba RádioBlog

Comunicar erro
Paraiba de Premios

Comentários

Anuncie Aqui - Local 03