Anuncie Aqui - Local 01

Sertão da PB chega a 90% de ocupação de leitos de UTI para tratamento da Covid-19

Por PCV Comunicação e Marketing Digital em 04/12/2020 às 19:21:56
Ocupação de UTI em leitos para tratamento de pessoas infectadas pelo novo coronavírus das macrorregiões da Grande João Pessoa e Campina Grande também apresentaram alta no período de sete dias. Mapa do coronavírus na Paraíba

G1/Reprodução

O Sertão da Paraíba chegou a 90% de ocupação de leitos de Unidade de terapia Intensiva (UTI) destinados para o tratamento de pacientes infectados com Covid-19, nesta sexta-feira (4). O percentual, segundo a Secretaria de Estado da Saúde (SES), é o maior registrado entre as três macrorregiões de saúde do estado desde o início da pandemia.

Governo da PB divulga guia de recomendações sanitárias para as festas de fim de ano

Ainda nesta terça, o estado alcançou a marca de 148.003 casos e 3.338 mortes causadas pelo novo coronavírus. Foram 729 casos e 13 mortes confirmadas no último boletim.

Ao todo, a Paraíba conta com três macrorregiões de saúde, que têm como referências a Grande João Pessoa, o Sertão do estado e Campina Grande.

Conforme dados da SES, a macrorregião do Sertão possui quatro hospitais de referência para tratamento da doença, localizadas em Cajazeiras, Patos, Piancó e Pombal.

A ocupação de leitos de UTI para pacientes infectados pelo novo coronavírus também apresentou alta nas macrorregiões da Grande João Pessoa e Campina Grande, chegando a 67% e 40%, respectivamente. Na Paraíba, a média de ocupação de leitos para tratamento da Covid também registrada nesta sexta é de 55%.

Há sete dias, na sexta-feira (27), a ocupação estadual de leitos era de 48%. A de João Pessoa era de 58%; a de Campina Grande era de 35%; e a do Sertão era de 61%.

Segundo o secretário de saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, o avanço na propagação da doença é resultado de uma soma de fatores como aglomerações durante o período eleitoral e relaxamento das medidas de prevenção ao contágio da doença.

O secretário reforçou que os paraibanos devem evitar eventos de fim de ano, mesmo em ambiente familiar. De acordo com ele, o ideal é se reunir com pessoas que moram na mesma casa.

Vídeos mais assistidos do G1 Paraíba

Fonte: G1/PB

Comunicar erro
Paraiba de Premios

Comentários

Anuncie Aqui - Local 03