Anuncie Aqui - Local 01

Justiça cassa a candidatura de Lindbergh Farias para vereador do Rio

Por PCV Comunicação e Marketing Digital em 23/10/2020 às 08:48:19

A 23ª Zona Eleitoral do Rio acolheu ontem um pedido do Ministério Público Eleitoral e cassou a candidatura de Lindbergh Farias (PT) para o cargo de vereador. O ex-senador pode recorrer da decisão.

De acordo com a matéria, postada originalmente no site UOL, no pedido de cassação, o MP cita a suspensão de direitos políticos de Lindbergh Farias em dezembro de 2019. Na época, o ex-senador foi condenado pela 1ª Câmara Cível do TJRJ por lesão ao patrimônio público e enriquecimento ilícito.

O MP explica que "na referida condenação" foi identificado que Lindbergh realizou "propaganda pessoal antecipada, no ano de 2008, por meio de veiculação em caixas de leite distribuídas à população de baixa renda, nas quais, além do uso do logotipo estilizado e das cores da Prefeitura Municipal de Nova Iguaçu nas caixas de leite, a promoção pessoal restou ainda mais evidenciada nas "cadernetas-sociais" que foram distribuídas para cerca de seis mil famílias, para o controle do recebimento periódico do leite por cada família, nas quais constavam, expressamente o nome do então prefeito, Lindbergh Farias".

A juíza Regina Lúcia Chuquer de Almeida Costa de Castro Lima, responsável pela 23ª Zona Eleitoral entendeu que o então candidato encontra-se inelegível.

Procurado pelo UOL, Lindbergh afirmou que a decisão "está em absoluto confronto com o posicionamento do Tribunal Superior Eleitoral". O ex-senador nega que foi condenado por lesão do patrimônio público e enriquecimento ilícito e afirma que já apresentou recurso para o TRE.

Fonte: Paraíba RádioBlog

Tags:   Brasil
Comunicar erro
Paraiba de Premios
Anuncie Aqui - Local 03