Anuncie Aqui - Local 01

Laboratório estatal vaza bactéria e contamina mais de 3 mil pessoas na China

Por PCV Comunicação e Marketing Digital em 18/09/2020 às 11:39:42
O patógeno causa a brucelose, doença transmitida pelo gado. Não é contagiosa entre humanos, mas causa febre, diarreia, fadiga, entre outros sintomas. Os pacientes serão indenizados pela empresa a partir de outubro. Autoridades chinesas informaram que mais de 3 mil pessoas no noroeste da China adoeceram depois que uma bactéria "escapou" de um laboratório biofarmacêutico que produz vacinas para animais, de acordo com a agência France Presse. O acidente aconteceu em 2019, e foi divulgado pelas autoridades na terça-feira (8).

A bactéria em questão causa a brucelose, uma doença transmitida pelo gado para as pessoas ou por produtos de origem animal, principalmente por produtos lácteos não pasteurizados. Em geral, a doença não é contagiosa para humanos, mas sua infecção pode causar fadiga, perda de peso, febre, diarreia, dores nas articulações e dores de cabeça.

Brucelose é causada por bactéria e atinge mamíferos

TV Globo

Desde o ocorrido, um total de 3.245 pessoas foram testadas e tiveram resultado positivo para a bactéria, segundo autoridades sanitárias de Lanzhou, capital da província de Gansu. O governo local afirma, ainda de acordo com a France Presse, que não houve transmissão de humano para humano.

Entenda a importância da vacinação contra a brucelose, doença causada por bactéria em mamíferos

Os pacientes receberão uma indenização a partir de outubro, de acordo com as autoridades de Lanzhou.

O vazamento

Na terça, as autoridades chinesas explicaram , segundo a France Presse, que em julho e agosto de 2019, um laboratório estatal, a Unidade Biofarmacêutica de Lanzhou para Pecuária, usou um desinfetante vencido na produção de vacinas contra brucelose para animais. Como resultado, a esterilização foi incompleta e as bactérias ficaram nas emissões de gases da empresa.

O gás contaminado se espalhou pelo ar até o vizinho Instituto de Pesquisa Veterinária, onde infectou quase 200 pessoas em dezembro passado.

O laboratório pediu desculpas no início deste ano. Ele teve sua licença para produzir vacinas contra a brucelose revogada.

Brucelose coloca em risco a saúde das pessoas caso não haja o devido cuidado com o gado

Casos no Brasil

Em maio de 2019, uma produtora rural contaminada com brucelose passou duas semanas internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) de Juiz de Fora, em Minas Gerais, mas se recuperou da doença.

Em dezembro, três pessoas foram diagnosticadas com brucelose no Tocantins após um churrasco.

Em junho, a Justiça do Trabalho determinou que um frigorífico em Confresa, a 1.160 km de Cuiabá, tome medidas de segurança contra a exposição dos trabalhadores a animais e carcaças contaminados com brucelose. Mais de 20 casos de contaminação foram identificados em exames periódicos ou demissionais da empresa.

Fonte: G1/PB

Paraiba de Premios
Anuncie Aqui - Local 03