Cesta básica da prefeitura revolta estudantes no município de Pocinhos, no Agreste da Paraíba

Cesta básica da prefeitura revolta estudantes no município de Pocinhos, no Agreste da Paraíba

Cesta básica distribuída pela Prefeitura de Pocinhos, interior paraibano, aos alunos da rede municipal de ensino, que tiveram as aulas suspensas em decorrência da pandemia do coronavírus, têm revoltado populares, pais e alunos da cidade.

Mesmo com recursos nos cofres públicos, conforme pode ser verificado na imagem abaixo, o prefeito Cláudio Chaves Costa demorou mais de quatro meses para iniciar a distribuição das cestas básicas previstas para a comunidade estudantil, iniciando a ação apenas recentemente, em período pré-eleitoral.

Ao distribuir as cestas contendo apenas 01 leite em pó, 01 cuscuz, 01 arroz, 01 bolacha, 01 proteína de soja, 03 limões, e sete bananas, o prefeito Cláudio Chaves foi cobrado pelos estudantes, pais e populares, através das redes sociais. "Após quatro meses de espera, esta é a cesta básica para os alunos do municípo de Pocinhos. Cadê o açúcar e o feijão, prefeito?

Confira a imagem:

Confira abaixo os recursos disponíveis nos cofres do município, oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE):