Anuncie Aqui - Local 01

JESUS EM MEIO A PANDEMIA

Por Arruda Júnior em 22/04/2020 às 12:46:58


JESUS EM MEIO A PANDEMIA


O termo "meio" dá idéia de presença, envolvimento, intervenção. Em que sentido Jesus está no nosso meio? Ele está em nosso meio como o abençoador (Jo 20.19-20). Numa situação crítica, difícil, "trancados", "com medo", ali estava Jesus "no meio" para abençoá-los com paz, alegria, e com seu Espírito Santo. Jesus está sempre no meio dos seus filhos, ainda que seja em momentos duros, adversos, difíceis como estes que estamos vivendo agora. O Senhor está no meio de nós! Deus quer que, sejamos abençoados. Mas o propósito de Deus não é só abençoar você, mas fazer de você uma bênção, para que você abençoe aos outros.

Ele também está em nosso meio para atender as nossas orações (Mt 8.20). Como é bom nos reunirmos "em nome de Jesus"; "Onde dois ou três..."; se "dois concordarem a respeito de qualquer coisa"; "Tudo o que ligarmos na terra, terá sido ligado no céu, e tudo que desligarmos na terra, terá sido desligado no céu". Por menor que seja o grupo reunido, estando ele reunido "em nome de Jesus", a presença do Senhor ali é real. Ele está presente para atender as orações.

O Senhor Jesus intervém em nosso meio como nosso único mediador (1Tm 2.5). O pecado nos afasta de Deus (Rm 3.23). O homem tem procurado aproximar-se de Deus de formas e maneiras as mais variadas. Há ensinos dizendo que há outros mediadores. Mas só há um mediador, este é Jesus (Jo 14.6; At 4.12). Jesus é a ponte, é ele que nos reconcilia com o Pai (2Co 5.18-20). Somos uma sociedade enferma, doente. Cientistas cada dia fazem novas descobertas e isto nos alegra, todavia a cada dia as doenças nos incomodam, nos assustam, nos desafiam, o que nos recorda que Jesus é quem nos sara. Só Jesus Cristo pode cura a enfermidade da alma. Só Jesus cura nossas emoções: complexos, medos, mágoas, ressentimentos, amarguras, desilusões, rejeição, sentimentos de culpa.

Jesus está em nosso meio como nosso maravilhoso salvador (Jo 19.18). no alto monte levantaram-se, ergueram-se três cruzes. No meio estava o Senhor Jesus Cristo, e à sua esquerda e à sua direta os dois malfeitores. Ali no meio, numa hora de dor, agonia, sofrimento, de externa humilhação, ali estava Jesus "no meio", para salvar o ladrão moribundo e arrependido. Ainda hoje Jesus está no meio dos velhos, jovens, crianças, dos famintos, dos doentes nos hospitais, dos desesperados para nos salvar desta pandemia e de tantos outros males. "no meio" dos pecadores, pronto para levantá-los, restaurá-los e salvá-los. O Senhor está no meio, no centro; ele é o Senhor. Ele está presente, ele tem o controle. Deixe Jesus ficar no centro, no meio da sua vida.

Paraiba de Premios
Anuncie Aqui - Local 03