QUE MOMENTO VIVEMOS?


QUE MOMENTO VIVEMOS?


Assim como a Bíblia, a história registra momentos que se tornaram inesquecíveis. Na Bíblia encontramos momentos que nos leva a uma reflexão ao momento que vivemos.

Este é um momento de grandes desafios. Todos concordamos: historiadores, sociólogos, analistas políticos, professores, legisladores, teólogos, psicólogos, pais de famílias, todos reconhecemos o momento agudo, difícil que atravessamos. Há uma grave pandemia, medo, corrupção, solidão, estresse, ansiedade, vazio, depressão. O mundo está enfermo, em chamas. Mas com tudo isso também é uma hora de grandes oportunidades. O homem está à procura de Deus, ele está com sede de Deus – Salmo 42.1. O homem inquieto procura o colo do Pai: "Senhor, tu nos criaste para ti..." (Agostinho). O homem quer experimentar: amor, perdão, paz, sentido, razão para viver. Água que mata a sede – Isaías 55.1. Os campos já estão brancos para a ceifa – João 4.35.

O mundo está com fome da palavra de Deus. Este momento que vivemos também é uma grande oportunidade de aprendizado. Precisamos aprender com o que nos ensina o apóstolo Paulo "Sei bem o que é passar necessidade e sei o que é andar com fartura. Aprendi o mistério de viver feliz em todo lugar e em qualquer situação, esteja bem alimentado, ou mesmo com fome, possuindo fartura, ou passando privações". Assim como também em relação ao nosso próximo. É uma oportunidade de aprendermos a sermos mais amorosos, solidários e vencermos os preconceitos. Aprendermos a valorizar as coisas mais importantes de nossa vida: Família, amigos, os pequenos momentos de lazer, um abraço, um simples aperto de mão, e a contemplação do belo escondido nas coisas simples ao nosso redor etc…

Este é um momento de ação, de servir! Uma voz clama: "A quem enviarei? - Isaías 6.8. Quem se dispões, quem se levanta, quem quer ir? Às grandes cidades, às vilas, aos sertões nordestinos, aos igarapés, às selvas, aos povos não alcançados, aos presídios, às escolas. Ser sal, ser luz, agente de cura, de paz, de alegria, de bênção e salvação. É hora de empobrecer o nosso egoísmos, conformismo, individualismo e nossos preconceitos. É hora de agirmos com amor, misericórdia, afeto, cuidado, solidariedade e com graça. Não podemos nos acomodar, precisamos sair de nosso conforto. É hora de levar pão ao faminto, fazer justiça ao órfão, ao oprimido, à viúva. É hora de levantar os caídos, de buscar os perdidos, de proclamar o ano aceitável do Senhor. É hora de anunciar as boas novas do evangelho de Cristo, de proclamar ao mundo que Jesus morreu, ressuscitou, foi exaltado à destra do Pai.

Ele é o que nos trás a paz, a alegria, esperança, a fé, o ânimo, que mata nossa sede, sacia nossa fome, é ele que nos cura. Ele valoriza a criatura humana. Ele é a única esperança, ele é o caminho, a porta, ele é o único Salvador. Todos somos chamados, convocados para erguermos bem alto o pendão do Senhor. É hora de ação. Não somos expectadores, somos participantes do reino de Deus. Deus nos ajude e nos abençoe. Deus nos chama para este momento da história.