Uma informação curiosa vazou de declarações dadas, há poucos dias, pelo ainda governador Ricardo Coutinho. Ele admitiu que, ao deixar o governo na virada do ano, deverá seguir como conselheiro do futuro governador João Azevedo. Conselheiro ou tutor? Essa a pergunta que ficou no ar, diante do que falou sua excelência.

E se João não seguir seus conselhos? Vai haver algum tipo de represália, tipo “tapinha no bumbum”, como Ricardo Coutinho declarou quando o então prefeito Luciano Agra começou a se emancipar dele, alguns meses após assumir a prefeitura de João Pessoa? RC, como se sabe, não gosta de ser contrariado, até porque se sente o mentor da eleição de João.

E, por outra, se João decidir seguir TODOS os seus conselhos? Ai, teremos o que a oposição alertava durante a campanha, ou seja, que Azevedo será apenas “pau mandado” de Ricardo Coutinho. Nesse caso, o futuro governador estará na condição de teleguiado, operando por controle remoto o que, convenhamos, não cabe muito bem no figurino de João Azevedo. Nem a Paraíba espera isso dele.

Da redação – Helder Moura
redacao@conceicaoverdade.com.br

Deixe seu comentário

ATENÇÃO: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Portal Conceição Verdade, não refletem a opinião deste Portal de Notícias.

Acompanhe mais notícias do Conceição Verdade nas redes sociais:
Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Entre em contato com a redação do Portal Conceição Verdade:
Telefone: (83) 99932-4468
WhatsApp: (83) 98180-8883
E-mail: redacao@conceicaoverdade.com.br