O Grupo Escola Terezinha Gomes, que passou a se chamar Escola Estadual Leomar Leite em décadas passadas vive abandonado no coração de um dos bairros mais populosos da cidade de Conceição, no alto sertão da Paraíba, enquanto o Município de Conceição de prédios públicos para o funcionamento de diversas atividades na área educacional, assistencial, cultural e de saúde.

O fato é que esta escola estadual foi fechada há 3 anos pelo Governo do Estado da Paraíba, por falta ter um reduzido número de alunos, e o prédio desta escola, está, desde esta época abandonado, sem nenhuma serventia para a comunidade local. Fato é que com a qualificação que a Prefeitura de Conceição tem dado a educação municipal às escolas estaduais, de modo especial as de ensino fundamental I, do primeiro ao quinto têm ficado esvaziadas, e os prédios das escolas estaduais sem serventia. O mais sensato, seria que os prédios fechados fossem repassados para o Município para que pudesse utilizar em alguma atividade, ou até o estado abrigasse outro órgão estadual.

Contam os mais velhos que o prédio desta escola foi construído quando era Prefeito de Conceição o então Sr. Luís Gomes de Sá, no início da década de 70. A Prefeitura teria doado o terreno e o Estado construído o prédio, mas no local funciona uma escola municipal, que depois passou a funcionar um escola estadual.

Temos informações que após o fechamento da Escola Estadual, a Prefeitura de Conceição fez várias tentativas no sentido obter do obter a cedência do prédio para o funcionamento de uma escola municipal, ou creche, ou CAPS, ou escola de artes/ música, etc. Mas por questões políticas e partidárias, o prédio de nenhuma forma foi repassado para o Município de Conceição e hoje vive abandonado, cheio de mato, em degradação, sem conservação e as vezes está servindo como ponto de consumo de drogas e até de curral de cabras, como relatam alguns moradores dos arredores.

A população do bairro até já sugeriu pelas redes sociais e conversas de ruas que no prédio poderia funcionar também a Casa da Cidadania, um sonho antigo da população de Conceição, Santana de Mangueira, Ibiara e Santa Ines, que ao precisar de documentos tem de se deslocar para Cajazeiras, Itaporanga ou Patos.

Temos informações que no inicio deste ano foi feito mais uma solicitação para que o prédio viesse a ser administrado pelo Município de Conceição, mas tudo foi em vão. Conta-se que o Governo do Estado alegou que no prédio iria funcionar um órgão estadual e por isto não podia ser repassado para o Município.

Vale salientar que no Bairro São Geraldo, em frente a Escola Leomar Leite funciona em um prédio alugado o CAPS infantil que bem que poderia funcionar neste prédio. Na cidade Conceição a Municipal, com mais de 100 crianças também funcionar em um prédio alugado. No Bairro Novo Horizonte, existe a Escola Municipal Francisco de Oliveira Braga, com cerca de 300 alunos, que precisa de um prédio maior para suas atividades, e que também poderia exercer suas aulas neste prédio abandonado, já que a Prefeitura de Conceição tenta, com seus pouco recursos adquirir um terreno nestes bairros para construir uma nova, e enquanto isto não acontece este prédio poderia abrigar esta escola.

Infelizmente, por questões politicas e partidárias somente quem sai perdendo é o povo, que vota nos seus governantes esperando um engajamento destes em politicas públicas em prol da população, mas o que se ver é o contrário. Como seria bom se os lideres políticos de Conceição, que são alinhados com o Governo do Estado, num gesto de amor a cidade de Conceição, lutassem por este desejo da população. Quem sabe os deputados estaduais votados nesta cidade também possam também dar sua contribuição nesta batalha, e somente quem vai sair ganhando é Município de Conceição.Fica aí a nossa denúncia. Esperamos que os gestores públicos deixem de lado as querelas partidárias e deem as mãos em prol das nossas cidades, independentemente de alinhamentos políticos.

Da redação – Fidelis Mangueira | Conceição Verdade
redacao@conceicaoverdade.com.br

Deixe seu comentário

ATENÇÃO: Todo e qualquer comentário publicado na Internet através do Portal Conceição Verdade, não refletem a opinião deste Portal de Notícias.

Acompanhe mais notícias do Conceição Verdade nas redes sociais:
Facebook, Twitter, Youtube e Instagram.
Entre em contato com a redação do Portal Conceição Verdade:
Telefone: (83) 99932-4468
WhatsApp: (83) 98180-8883
E-mail: redacao@conceicaoverdade.com.br